MEC vai apoiar 60 projetos de iniciação tecnológica

Cada projeto selecionado receberá cerca de R$ 123 mil.

O mundo da tecnologia e da inovação vai abrir as portas para 9,6 mil estudantes da rede pública. Eles serão atendidos pelo edital de iniciação tecnológica com foco na Economia 4.0, que vai apoiar 60 projetos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica de todas as unidades da federação. O edital foi publicado nesta quarta-feira, 10 de junho.

A iniciativa, que é parte do programa Novos Caminhos, vai apoiar cursos, oficinas e atividades destinadas a estudantes dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio técnico em todo o país. A ação é feita por meio de parceria das instituições da Rede Federal com as secretarias estaduais e municipais de educação.

Cada projeto selecionado vai receber cerca de R$ 123 mil para aquisição de itens de infraestrutura e pagamento de bolsas. O objetivo é promover cursos e oficinas que tem como foco a iniciação tecnológica, com atividades como programação de softwares e aplicativos, prototipagem de solução tecnológicas, etc.

A iniciativa é executada pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do MEC em parceria com o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

Estudantes de nível médio técnico e superior da Rede Federal vão atuar como monitores e instrutores nas atividades de capacitação, com o apoio de multiplicadores das secretarias de educação. Segundo as regras do Edital, cada projeto deverá beneficiar ao menos 160 estudantes das redes públicas de ensino, no prazo de execução de 24 meses.

As instituições da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica podem submeter projetos ao edital até o dia 9 de setembro. O início das atividades está previsto para a segunda quinzena de novembro.

Novos Caminhos – O programa Novos Caminhos abre novas oportunidades e novos cursos com foco nas demandas do mercado e nas profissões do futuro. O objetivo da iniciativa, lançada pelo MEC em outubro de 2019, é potencializar a educação profissional e tecnológica com incremento de 80% nas matrículas — subindo de 1,9 milhão para 3,4 milhões — até 2023.

FONTE: https://www.gov.br/mec/pt-br/assuntos/noticias/mec-vai-apoiar-60-projetos-de-iniciacao-tecnologica