Senadores aprovam suspensão de dívidas com o Fies até o fim de 2020

O Plenário do Senado aprovou na terça-feira (12), por unanimidade, a suspensão do pagamento do Financiamento Estudantil (Fies) até o final do ano, enquanto durar o estado de calamidade decretado em função da epidemia de covid-19. O benefício valerá para os adimplentes e para aqueles com parcelas em atraso por até 180 dias. Segundo o relator, senador Dário Berger (MDB-SC), o projeto (PL 1.079/2020) também prevê desconto de 50% no valor da mensalidade dos profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS). A proposta ainda revoga contratos antigos permitindo que os estudantes se beneficiem com descontos de até 100% dos juros para pagamento do saldo devedor em parcela única. Pelo projeto, que, por ter sido alterado no Senado, volta para a Câmara dos Deputados, a União deverá fazer um repasse de R$ 4,5 bilhões para o fundo garantidor do Fies. Mais informações na reportagem de Hérica Christian, Rádio Senado.

Fonte: Agência Senado